19/8/99

Audiência vai ser medida
nos canais a cabo


O próximo passo do Ibope é desenvolver a pesquisa de medição de audiência dos canais a cabo. O Instituto já encaminhou à Associação Brasileira de Telecomunicações por Assinatura (ABTA) estudo sobre a pesquisa e seus custos.

Para as operadoras, a medição seria importante nesse momento de estagnação do mercado de televisão por assinatura, mas o custo é “extremamente alto”, segundo Dóra Câmara, diretora-comercial do Ibope.

Mapeamentos

As antenas no Instituto já captam os sinais dos canais a cabo que não são codificados e há tecnologia para medir a audiência. Mas a amostra da pesquisa de televisão aberta não serve para a televisão por assinatura porque apenas 12% dos domicílios são assinantes da tevê paga.

A pesquisa terá de ser independente daquela que já existe. Terão de ser feitos novos mapeamentos e amostragem para se dar início à medição. “Somos tecnicamente capacitados para desenvolver a pesquisa, agora precisamos ver se eles aceitam arcar com os custos.”

Com os índices de audiência na mão, operadoras e programadoras poderão vender melhor produtos que fazem sucesso, como os seriados da Sony, os documentários do Discovery Channel e do GNT ou os shows do Multishow.

Resta saber se os poderosos números não vão tomar a dimensão que tomaram na rede aberta e tornar o segmento de TV paga – que é uma alternativa – também refém da audiência.

C.J.


capa da editoria


Copyright © 1999
Jornal da Tarde

Fale com o JT Envie esta matéria por e-mail