Quem é quem

Uma pesquisa traz dados
curiosos sobre a imagem
das apresentadoras infantis

Ricardo Valladares

 

Essa loirinha é...

 

Os adjetivos mais associados pelo público às apresentadoras de programas infantis

Fonte: Jaime Troiano Consultoria

 


Fotos: Mário Rodrigues, Ronaldo Ceravolo, Roberto Valverde e Célia Saito

ELIANA
Meiga
Comportada
Carinhosa

XUXA
Líder
Bem-sucedida
Dominadora

ANGÉLICA
Persistente
Ousada
Vaidosa

JACKELINE
Tímida
Idealista
Bonita

Estrelas da programação infantil, as apresentadoras Eliana, Xuxa, Angélica e Jackeline não conseguem seduzir a porção masculina de seu público-alvo. Enquanto as meninas entre 6 e 12 anos ficam grudadas ao vídeo, atentas aos menores gestos e às roupas coloridas das apresentadoras, meninos da mesma faixa etária tendem a mudar de canal assim que as loirinhas aparecem. Para eles, os programas infantis valem a pena, antes de mais nada, por causa de desenhos japoneses cheios de pancadaria, como Pokémon, Dragon Ball Z e Digimon. "Para cativar mais os garotos, seria preciso investir em games", afirma a pesquisadora Cecília Russo. "Outro caminho seria falar sobre bichos. Eles adoram quando animais esquisitos dão as caras na tela." Cecília é dona de uma agência de consultoria e conduziu uma pesquisa com 500 crianças e mães em São Paulo e no Rio de Janeiro. O trabalho foi encomendado por Eliana, para avaliar o desempenho de seu nome e de sua marca no mercado. Mas acabou proporcionando informações curiosas sobre as outras apresentadoras – sobretudo porque as pessoas que responderam à pesquisa não sabiam que seu foco principal era a apresentadora da Record.

O fato de que os meninos não se entusiasmam com o cardápio de infantis à disposição é relevante, ainda mais no momento em que a Globo pensa em reformular sua programação matinal. Xuxa, que se dedica exclusivamente aos adolescentes desde janeiro, quando um incêndio destruiu os estúdios onde gravava o Xuxa Park, deseja voltar ao filão infantil e tem planos de uma nova atração sobre a prancheta. Angélica, enquanto isso, quer deixar o Bambuluá. A enquete de Cecília Russo mostra que ela tem razão. Boa parte das mães, 31%, não gosta do desempenho da moça no comando de uma atração para crianças. Pior do que Angélica, só Jackeline, do SBT, que tem 43% de taxa de rejeição.

Eliana tem motivos para ficar satisfeita com os resultados da pesquisa que encomendou. A apresentadora é considerada pelas mães das crianças a babá eletrônica ideal. A loira da Record é também a campeã da meiguice: essa palavra foi a mais associada à sua imagem durante as entrevistas. Embora não se importem em vê-la de mãos dadas com um namorado, as mães ficam incomodadas quando ela assume o papel de diva sensual. Mostrar o corpão em revistas masculinas, nem pensar. Esses dados contribuíram para que um novo programa de Eliana na Record, dirigido ao público adulto, não saísse do papel. "Poderíamos arranhar sua imagem", diz o empresário da apresentadora, Marcos Quintela. Os marmanjos que fiquem de mãos abanando.